CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Uma tarde normal no shopping... Ou não.

Heyyy! Aqui vos fala uma amiguinha desconhecida das BFFs dos posts anteriores. Senhoras e senhores, abram alas para Dylan *o*.

Ok, fazendo rápidas apresentações, sou Dylan (duh), tenho 14 anos, não estudo com as donas do blog, na verdade, conheci a Becca ano passado, na aula de basquete, e desde então nos tornamos amigas e ela e apresentou o resto da trupe – que, vale constar, tem problemas mentais sérios – E desde então nós somos todos amiguinhos felizes no nosso mundo cor de burro quando foge...

Ok então, acabando com o papo furado, vou lhes contar hoje sobre uma tarde muito espirituosa que tive no shopping com coleguinhas que, digamos, não são muito mais mentalmente capacitadas do que o resto das pessoas citadas no blog anteriormente.

Tudo começou na manha do último domingo, quando minha amiga – carinhosamente chamada de Budão - diz que está indo para o shopping almoçar com a família e me manda chamar Kaki para ir conosco. Ligo para a dita cuja pelo menos três vezes até que ela atenda com aquela voz de “Você me acordou, morra.” – claro que eu havia acordado ela, afinal era meio dia da madrugada. Em todo caso ela aceitou e eu fui buscá-la para irmos para o shopping, afinal Budão já estaria lá.

Chegando, recebo uma mensagem: Fui parar na barra, chegarei ás 3:30. Até aí tudo bem, mas quando eu vou ligar para ela, o celular simplesmente pula da minha mão – isso mesmo, ele pulou, deu um salto mortal – e aterrisa simplesmente entre a escada que desce e a que sobe. Imagine a minha cara para pedir ao tio que estava subindo para ver se ele conseguia pegar. Afinal, depois de muito esforço,- e um bom alongamento pra alcançar o cel - ele conseguiu e eu, tendo crises de riso, agradeço pelo menos umas 5 vezes.

Eu e Kaki ficamos pulando de loja em loja procurando tal bolsa q ela queria (adivinha só, não achamos) até que Budão liga e diz para a esperarmos no cine. Enquanto esperamos, quem aparece? O namorado de outra amiga e seu primo. Ao ver o primo em questão minha amiga levou um susto, afinal, ele é muito parecido com um menino que estava afim dela – só que tem o dobro do tamanho. Ela entrou em pânico até perceber q não era o guri.

Budão chegou e fomos ver o filme. Muita discussão para escolher um. Até que escolhemos “Fama”- o filme é bom, eu recomendo. Quer dizer, se você gosta de filmes que não mostram muito que as pessoas podem se dar mal , não veja. Já começou que agente entrou meia hora antes de começar e ficamos fazendo campeonato de quem joga a pipoca pra cima e pega com a boca, sem contar das guerras de pipoca e um maníaco na cadeira atrás rindo loucamente - ele precisava de um psicólogo, fato.

Digamos que o filme não é dos mais felizes, mas eu ri MUITO, com as dancinhas improvisadas na cadeira do cinema ou as piadas toscas e mórbidas ou o tio que ainda nn havia parado de rir loucamente.

Depois, nós fomos andar pelo shopping, eu e Budão cantando rebelde/grupo revelação/a pequena sereia – entre outros. E Kaki fingindo não nos conhecer. Até que achamos uma loja de eletrônicos, digamos que ela BRILHOU para nós. Lá havia um laptop Rosa, brilhante, que nós descobrimos tirar fotos. O resultado? 51 fotos não muito normais, com poses e caretas, tiradas bem no meio da loja, com todos olhando. E ainda um conhecido meu passou e deu aquele aceno de “Aquela ruiva de careta para um laptop rosa? Nunca vi mais gorda.” E sem contar o grupo de garotos q passou apontando para nós e gritando que aquela era a namorada do Ninho. O Ninho até hoje é desconhecido pela minha pessoa.

Voltando da sessão de modelo e manequim, fomos a parte de jogos d shopping brincar em uma máquina chamada “Pump it up!” sabe um jogo com umas setinhas passando na tela em q vc tem que acertar as setinhas no step na frente da maquina? É, é muito divertido, e, eu sei jogar, sério, só que eu não conseguia tirar uma nota boa pelo simples fato das minhas amigas serem tão ruins que, estavam as duas num mesmo step gritando loucamente e brincando de um mata barata louco ao meu lado e eu simplesmente não parava de rir, aí eu perdia. Triste, eu sei.

Bom, aí depois de umas 2 partidas, acabou meu dinheiro e eu voltei para casa, e esse foi o fim da minha tarde no shopping. Sempre normal.

6 comentários:

Lolla...doida varrida! disse...

gostei muito do seu cantinho e já tô seguindo. passa lá no meu tb.
bjus.................voltarei!

Renata disse...

Simplismente amei aki!! Sério!
E cara, fico feliz de saber qe eu ñ sou a única qe tem shops loucos com as amigas! (na vd, são toodas as vezes )
Tô seguindo!

Patriny Marcelle disse...

Eu não consigo parar de rir, sinceramente foi a postagem mais engraçada que já li. Podia colocar as fotos com o leptop rosa no blog. Com certeza eu ficaria mais irracional, rindo como uma louca,quero dizer, já estou rindo como louca, rsrs.
bjokinhas

Ninaaa . disse...

budão, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk,
oh Deus

Patriny Marcelle disse...

Tem um selinho para você lá no meu Blog.
bjokinhas

Camilla :} disse...

to te seguindo akii tbm :)
é verdade forçaa é uma cooisa qe eu vo teer e qe naum tem qe ser poouca :/